Depilação a Laser

A eliminação dos pelos corporais é um dos tratamentos mais buscados em medicina estética. Todo tratamento que envolva uma fonte emissora de luz, como luz intensa pulsada, luz de led, laser depilatório e outros, tem como base racional e fisiológica a propriedade da energia da onda de luz agindo sobre componentes celulares, chamados de cromóforos. Dependendo da intensidade de energia emitida pode-se focar desde a pele superficial até profunda e parcelas constituintes da pele, de modo que muitos lasers são considerados ablativos por causar dano térmico ao tecido superficial, o que pode ser um risco para alguns pacientes, principalmente quem apresenta hiperpigmentação (pele muito clara) pós-inflamatória e tendência a formação de queloides (cicatrizes grossas nos locais de lesão). Mas também apresentam excelentes resultados em efeito anti-envelhecimento. No tratamento para retirada definitiva dos pelos com laser, ocorre um leve efeito sobre a melanina presente no pelo. Cabe salientar que a melanina pode estar presente em grande quantidade na pele também, motivo pelo qual fica comprometido o procedimento quando a tonalidade do pelo e da pele são muito próximos, necessitando de uma avaliação muito criteriosa do profissional responsável para realizar o procedimento. Desse modo, a energia percorre a melanina do pelo e até afetar a origem, aquele bulbo branco, e o tecido circundante, onde estão localizadas as células germinativas do pelo. Quando bem aplicado o laser compromete toda a estrutura germinativa e culmina na eliminação dos pelos indesejáveis. Todo o sistema hoje utilizado em lasers na medicina estética está baseado em diversos estudos, oferecendo assim uma segurança e conforto para seus usuários.

#depilaçãoalaser

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.

© 2017 – 2018 Estúdio b by Bárbara Neumann.

Design e desenvolvimento

Foca Digital digital + design